Guilherme Cunha

Com uma produção que transpassa a ideia de arte e ciência para além do esperado, Gui Cunha estuda o cérebro e seus estímulos como matéria prima de seus trabalhos. Problematizar a condição humana, suas fragilidades e seus comportamentos em situações limítrofes, são algumas das questões levantadas pelo artista. Questões que não se limitam a um único meio, pelo contrário, são pensadas de acordo com cada investigação, sem restringir o resultado final a um único padrão ou formato.