Exposições

Os Brasis em São Paulo reúne online narrativas sobre mestres de cultura

07dez

por Red Bull Station

Abertura da mostra | Foto: Felipe Gabriel / Red Bull Content Pool
Abertura da mostra | Foto: Felipe Gabriel / Red Bull Content Pool

Realizado como um festival, em junho, e como uma residência artística que ocorreu ao longo dos últimos cinco meses, Os Brasis em São Paulo — projeto com enfoque em dar visibilidade a mestres de cultura que vivem na capital paulista — resultou na exposição “Sobre-Com-Viver”, que ocorreu de 22 a 30 de novembro no Red Bull Station.

Lambe do projeto Os Brasis em São Paulo | Foto: Brasis
Mestre Carlão do Peruche em lambe do projeto Os Brasis em São Paulo | Foto: Brasis

Agora, o resultado desse processo pode ser visto também nas ruas da cidade, por meio de lambes como o acima, e online, no site da plataforma Brasis, que reuniu as narrativas sobre esses mestres em textos, minidocs e fotos. Assista, leia e veja tudo aqui -> http://bit.ly/2gcmOMe

O educador indígena Guarany Pedro Macena | Foto: Os Brasis em SP
O educador indígena Guarany Pedro Macena | Foto: Os Brasis em SP

Mestre ou Mestra de cultura brasileira é um termo usado para os chamados patrimônios vivos de cultura — termo do IPHAN – Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. São bordadeiras, cozinheiras, rendeiras, construtores de instrumentos, músicos de folguedos (maracatu, samba de roda).

Foto: Os Brasis em SP
Nega Duda | Foto: Os Brasis em SP

Os Brasis em São Paulo propôs dar visibilidade a essa sabedoria por meio de um processo de oficinas de arte, narrativa e pesquisa que aconteceu de junho a outubro deste ano, buscando contar as histórias de Carlão do Peruche (mestre de jongo e da velha guarda do samba paulistano), Graça Reis (referência de cultura maranhense no Morro do Querosene), Nega Duda (referência do samba de roda do Recôncavo Baiano) e o educador cultural e espiritual índigena Pedro Macena.

Foto: Os Brasis em SP
Graça Reis | Foto: Os Brasis em SP

Os Brasis em São Paulo é iniciativa da rede de conteúdo Brasis (www.brasis.vc), com apoio da plataforma Red Bull Amaphiko. Veja abaixo fotos da abertura da exposição, em novembro.