Arte

Saiba tudo sobre a Foto_Invasão 2018

05fev

por Red Bull Station

De 15 a 19 de maio, o prédio do Red Bull Station será tomado por trabalhos de fotógrafos amadores e profissionais e coletivos de fotografia em mais uma edição da Foto_Invasão, que pela primeira vez está aceitando o envio de projetos de instalação. “Um dos diferenciais da edição de 2018 para a edição anterior é a convocatória para as Instalações. Em 2016 os participantes foram convidados pelos curadores, e agora todos podem inscrever-se”, conta Ignacio Aronovich, um dos curadores do evento. O prazo para envio de projetos é 25 de fevereiro.

Clique aqui e veja como participar.

Mais do que uma reunião de instalações, exposições e venda de prints, a Foto_Invasão é um grande encontro de amantes e simpatizantes da fotografia. “É uma experiência sensorial, uma busca por novas expressões através da fotografia”, explica Aronovich, que é jornalista, fotógrafo e criador do coletivo Lost Art ao lado de Louise Chin, com quem idealizou a Foto_Invasão. “A plataforma é voltada para a imagem em todas as suas formas e suportes e visa incentivar a criatividade, valorizar a expressão pessoal e proporcionar experiências singulares aos participantes. Queremos estimular a produção independente, descobrir e divulgar novos talentos.”

Para quem se interessar em fazer parte dessa manifestação cultural, Ignacio avisa: “É importante uma proposta com uso criativo do espaço e que proporcione uma experiência ao visitante. Fugir do formato tradicional de “cubo branco” de uma galeria é um bom ponto de partida.”

A primeira edição da Foto_Invasão foi realizada em 2016 no Red Bull Station, com uma exposição coletiva, performances, projeção fotográfica, intervenções urbanas, venda de prints e objetos fotográficos, rodas de conversa sobre fotografia e oito instalações criadas pelos coletivos C.H.O.C. Documental, Dysturb (FRA), LigaLight, Mamana, Remirar, Rolê e R.U.A, além do próprio Lost Art de Aronovich com o projeto “Medo”, que pode ser revisitado no vídeo abaixo.

 

Coordenando tudo isso ao lado de Aronovich estão outros quatro curadores vindos de universos distintos, todos ligados à produção fotográfica e artística: a fotógrafa e editora de fotografia Cris Veit, a fotógrafa e jornalista Louise Chin, a editora de fotografia da revista francesa Paris Match Clelia Bailly e o curador do Red Bull Station Fernando Velázquez.

Este ano, além da ocupação dos ateliês com instalações fotográficas proposta pelo chamado aberto – que recebe inscrições até o dia 25/02 –, o evento terá ainda a tradicional feira de objetos fotográficos, projeção de fotografias e palestra.