Exposição 10ª Residência Artística | Fotos

De 16 de maio a 13 de Junho  de 2015, o Red Bull Station recebeu a exposição final da 10ª turma de Residência Artística. Os artistas Cezar Sperinde, Ícaro Lira, Lot Amorós, Pedro Cappeletti, Sara Não Tem Nome e Vanessa de Michelis apresentaram na coletiva trabalhos feitos durante dezesseis semanas de experimentação e pesquisa, sob a curadoria de Fernando Velázquez.

A mostra fica aberta àvisitação gratuita e ocupa a galeria principal, o porão, a laje e outros espaços do Red Bull Station, localizado no centro da cidade de São Paulo.

Visitors - Lifestyle

Os seis artistas foram selecionados por Fernando Velazquez, pela curadora e artista Giselle Beiguelman e pela arte educadora e artista Sandra Cinto. Entre os critérios adotados pelo júri estão a capacidade do grupo de relacionamento com a arquitetura do prédio, com o entorno e, sobretudo, com a possibilidade de articular processos criativos colaborativos. Confira fotos da mostra:

Ícaro Lira Museu do Estrangeiro 2014-2015
Ícaro Lira
Museu do Estrangeiro 2014-2015
Ícaro Lira Museu do Estrangeiro 2014-2015
Ícaro Lira
Museu do Estrangeiro 2014-2015
Ícaro Lira Museu do Estrangeiro 2014-2015
Ícaro Lira
Museu do Estrangeiro 2014-2015
Pedro Cappeletti Linha d'Agua, 2015
Pedro Cappeletti
Linha d’Agua, 2015
Pedro Cappeletti Filtro, 2015
Pedro Cappeletti
Filtro, 2015
Lot Amorós Graus de Liberdade, 2015
Lot Amorós
Graus de Liberdade, 2015
Lot Amorós Sem Título, 2015
Lot Amorós
Sem Título, 2015
Lot Amorós Desativação, 2015
Lot Amorós
Desativação, 2015
Sara Não Tem Nome Instalação Ω III, 2015
Sara Não Tem Nome
Instalação Ω III, 2015
Sara Não Tem Nome Instalação Ω III, 2015
Sara Não Tem Nome
Instalação Ω III, 2015
Sara Não Tem Nome Sem Título, 2015
Sara Não Tem Nome
Sem Título, 2015
Cezar Sperinde You, Me, and RGB, 2015
Cezar Sperinde
You, Me, and RGB, 2015
Cezar Sperinde Brasilar, 2015
Cezar Sperinde
Brasilar, 2015
Cezar Sperinde You, Me, and RGB,  530 ohms, 2015
Cezar Sperinde
You, Me, and RGB,
530 ohms, 2015
Vanessa de Michelis Estudo em PVC para Ruido Amarelo, 2015
Vanessa de Michelis
Estudo em PVC para Ruido Amarelo, 2015
Vanessa de Michelis e Andreas Trobollowitsch Limite, 2015
Vanessa de Michelis e Andreas Trobollowitsch
Limite, 2015
Vanessa de Michelis Sobre Privilégios, 2015
Vanessa de Michelis
Sobre Privilégios, 2015

Fotos: Lost Art/ Red Bull Content Pool

Curador e artistas falam sobre a Adrenalina

A mostra Adrenalina tem a proposta de trazer um recorte do audiovisual nos dias de hoje. Nela são exibidas obras de 16 artistas de diferentes nacionalidades que utilizam novas tecnologias em sua produção e exploram os recursos narrativos e de linguagem do chamado tempo real, estratégia alternativa a edição convencional.

Segundo o curador Fernando Velázquez, emprestar o nome desta substância no título da exposição é um modo de sugerir que ainda podemos ser desafiados e surpreendidos pelas imagens, já que hoje vivemos anestesiados por elas.

Confira abaixo o vídeo sobre a Adrenalina, com falas de Velázquez e de dois artistas, Henrique Roscoe [VJ 1mpar] e Lucas Bambozzi.

A mostra fica em cartaz até 5 de maio de 2015, com entrada gratuita.
De terça a sexta-feira, das 11h às 20h. Sábados, das 11h às 19h.

Adrenalina – a imagem em movimento no século XXI

De 14 de Março a 5 de Maio de 2015 o Red Bull Station apresenta a exposição Adrenalina – a imagem em movimento no século XXI, que reúne obras de artistas nacionais e internacionais e tem curadoria de Fernando Velázquez.

São eles: Chris Coleman [EUA], Donato Sansone [Itália], Henrique Roscoe [Brasil], Hugo Arcier [França], Lucas Bambozzi [Brasil], Luiz Duva [Brasil], Matheus Leston [Brasil], Mike Pelletier [Canadá/Holanda], Rick Silva [Brasil/EUA], Ricardo Carioba [Brasil], Richard Garet [Uruguay/EUA], Ryoichi Kurokawa [Japão], Santiago Ortiz [Colômbia], Semiconductor [Reino Unido], Susi Sie [Alemanha], Transforma [Alemanha/Inglaterra].

A adrenalina é um hormônio neurotransmissor que é descarregado no corpo em situações que demandam uma rápida resposta em termos cognitivos, comportamentais e fisiológicos. Ela aguça os sentidos e aumenta a capacidade do cérebro de processar informações, com o objetivo de reestabelecer o equilíbrio entre o ser e o meio.

Esta exposição apresenta um recorte do audiovisual nos dias de hoje, em que vivemos anestesiados pela imagem. Emprestar, no título da mostra, o nome desta substância é um modo de sugerir que ainda podemos ser desafiados e surpreendidos por imagens. 

Os trabalhos apresentados têm em comum a utilização de programação algorítmica e de artifícios generativos, ou seja, se utilizam de sistemas ou regras que permitem o aparecimento de soluções imprevistas. São obras que exploram os recursos narrativos e de linguagem do chamado tempo real, estratégia alternativa à edição convencional de natureza aristotélica.

O interessante neste conjunto de obras está na forma particular de olhar a realidade, as coisas e as pessoas, revelando estruturas e qualidades visíveis e invisíveis a partir de perspectivas que nos solicitam condicionamentos cognitivos específicos, além da abertura ao diálogo com imaginários pouco conhecidos.

Como nos lembra Steve Dietz, todo novo meio penetra as camadas da cultura deixando um legado estrutural de base. O novo meio da fotografia trouxe um outro entendimento da estética da pintura e contribuiu para consolidar culturalmente a conjunção tempo-espaço. O novo meio do vídeo traz uma nova compreensão da estética do cinema, e junto com a TV estabelece o assimilação da ideia de tempo real. O novo meio digital muda o entendimento da arte no sentido que desloca o interesse do comportamento da forma, para a forma dos comportamentos, destacando a potência da interatividade e dos comportamentos em rede. Dos campos eletromagnéticos que nos atravessam em tempo integral (e cujo real efeito sobre o nosso corpo ainda desconhecemos), ao corpo de dados que nos conforma (possível de ser processado e manipulado por algoritmos autônomos), vivemos tempos de reconfigurações sutis da ética, da estética, da política e do território – tópicos sobre os quais propomos refletir a partir deste heterogêneo grupo de obras.

Apoio: SONY

Conheça os artistas e as obras em exibição no Red Bull Station:

Chris Coleman
Donato Sansone
Henrique Roscoe (VJ 1mpar)
Hugo Arcier
Lucas Bambozzi
Luiz duVa
Matheus Leston
Mike Pelletier
Rick Silva
Ricardo Carioba
Richard Garet
Ryoichi Kurokawa
Santiago Ortiz 
Semiconductor
Susi Sie
Transforma 

Sobre o curador:

De Montevidéu, Uruguai, Fernando Velazquez é artista multidisciplinar e vive e trabalha em São Paulo. Suas obras incluem vídeos, instalações, objetos interativos e performances audiovisuais. Mestre em Moda, Cultura e Arte pelo Senac-SP, participa de exposições no Brasil e no exterior com destaque para a Emoção Art.ficial Bienal de Arte e Tecnologia (Brasil, 2012), Bienal de Cerveira (Portugal, 2013 e 2011), Mapping Festival (Suiça, 2011), WRO Biennale (Polônia 2011), On_off (Brasil, 2011), Bienal do Mercosul (Brasil, 2009), Bienal de Tessalônica (Grécia, 2009), Bienal Ventosul (2009), e o Pocket Film Festival no Centro Pompidou (Paris, 2007). Obteve, dentre outros, o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia (Brasil, 2009), Mídias Locativas Arte.Mov (Brasil, 2008), “2008, Culturas” e o Vida Artificial (ambos na Espanha, 2008). Foi curador do Motomix 2007, Papermind Brasil, Dorkbot São Paulo e do Projeto !wr?. Além da Exposição Adrenalina, atualmente está à frente da curadoria da 10ª Turma do Programa de Residência Artística do Red Bull Station, onde também é diretor de arte.

Confira a programação paralela à mostra:

Workshop com o artista Henrique Roscoe (VJ 1mpar) – 18 e 19 de Março
> Performance de Henrique Roscoe (VJ 1mpar) – 20 de Março
> Mesa Redonda com  Juliana Monachesi, Guilherme Kujawski e Roberto Cruz  – 24 de Março
> Performance “Espécie” – 15, 16 e 17 de Abril
> Workshop com Andrei Thomaz  – 28, 29 e 30 de Abril

10ª Residência Artística: Galeria Transitória

Os seis artistas selecionados para a 10ª Residência Artística do Red Bull Station inauguraram na quinta-feira (12.02) a primeira mostra como integrantes do programa.

Sob curadoria de Fernando Velázquez, Cezar Sperinde, Ícaro Lira, Lot Amorós, Pedro Cappeletti, Sara Não Tem Nome e Vanessa de Michelis expõem na galeria transitória trabalhos recentes e em processo. Esse espaço expositivo e de convivência funciona como um local de experimentações, onde eles podem exibir obras em desenvolvimento, acompanhar as pesquisas dos demais artistas e observar como as produções conversam entre si e com o ambiente.

O vídeo abaixo ilustra o processo de montagem e o evento de abertura da exposição, que contou com um pocket show de Sara Não Tem Nome, acompanhada por Wallace Costa, e com duas sessões da peça/performance sonora “A Tensão”, de Vanessa de Michelis.

A coletiva acontece no segundo andar do prédio e tem visitação gratuita. Devido ao caráter efêmero e “transitório” da Galeria não há previsão de término e a exposição deve ganhar novas formas longo da residência. Confira fotos

rb_trasitoria_e_leituradeport20150212_0005

 

Vanessa de Michelis A Tensão, 2014 performance / peça sonora para 6 rádios e  6 fontes de energia em 2 movimentos duração 15”
Vanessa de Michelis | A Tensão, 2014| performance / peça sonora para 6 rádios e6 fontes de energia em 2 movimentos | duração 15”

 

rb_trabalhos_10residencia025
Sara Não Tem Nome | Pocket show com Wallace Costa

rb_trabalhos_10residencia004

rb_trabalhos_10residencia003
Cezar Sperinde | eretz brazilia, היליזרב ץרא, 2015 (em processo) | mixed media | dimensões variáveis

 

rb_trabalhos_10residencia007
Ícaro Lira | Desterro, 2014 | objeto, álbum e tecido | dimensões variáveis

 

rb_trabalhos_10residencia010
Ícaro Lira | Censo, 2015 (em processo) | instalação, papel e prego | dimensões variáveis

 

rb_trabalhos_10residencia019
Lot Amorós | Muro do ar, 2014 | escultura, 57 motores sem escovas, 57 hélices | 1 x 1,7m

 

rb_trabalhos_10residencia016
Pedro Cappeletti | Sem Título / Experimentação, 2015 | instalação, espuma de poliuretano, corda, concreto e ferro | 4 x 7 x 1,3m

Exposição da 9ª Turma de Residência Artística

Amanda Mei, André Feliciano, Arthur Arnold, Daniel Lie, Gustavo Torres e Ricardo Reis inauguraram sábado (15/nov/2014) exposição final do programa de Residência Artística do Red Bull Station, que chega ao fim de sua nona edição.

Ao longo de 12 semanas os seis artistas desenvolveram trabalhos sob curadoria de Paula Borghi. Encontros com curadores, palestras, workshops e studio visits também fizeram parte da formação destes residentes para construção da mostra, que se estende até 17 de janeiro de 2015, com visitação gratuita.

“Uma exposição que celebra aquilo que fora cultivado ao logo desta vivência, desde matérias como pedras, plantas e frutas, a pensamentos filosóficos e políticos e a imagens daquilo que é invisível e proibido.” descreve a curadora.

O vídeo abaixo feito durante o ateliê aberto – evento em que os artistas abrem seus espaços de trabalho para o público – mostra um pouco do processo de cada um:

Os artistas desta edição foram selecionados pela artista Letícia Ramos e pelos curadores Marcio Harum e Paula Borghi. Os critérios para a seleção foram orientados a partir do caráter experimental dos artistas, a excelência de suas
produções, a abertura para a troca, assim como a disponibilidade em saírem de suas zonas de conforto e experimentarem novas propostas.

 

INFORMAÇÕES:
Abertura: 15 de novembro, das 17h às 22h
Visitação: De 15 de novembro a 17 de janeiro de 2015
Horário: terça a sexta, das 11h às 20h. Sábado, das 11h às 19h
Entrada franca

Fotos & Vídeo: Exposição Final da 9ª Residência Artística

Sábado (15/nov/2014) foi a abertura da exposição final da 9ª turma de Residência Artística, formada por Amanda Mei, André Feliciano, Arthur Arnold, Daniel Lie, Gustavo Torres e Ricardo Reis. A mostra coletiva tem curadoria de Paula Borghi e traz trabalhos desenvolvidos por eles durante o período de residência.

1811 FOTO 1

O resultado é “uma exposição que celebra aquilo que fora cultivado ao logo desta vivência, desde matérias como pedras, plantas e frutas, a pensamentos filosóficos e políticos e a imagens daquilo que é invisível e proibido”, explica a curadora.

 

As obras ficarão expostas até 17 de Janeiro de 2015
Obras:

Amanda Mei  Barreira – 2 estágio, 2014 Enciclopédia de arqueologia urbana, 2014 (acima da mesa)
Amanda Mei
Barreira – 2 estágio, 2014
Enciclopédia de arqueologia urbana, 2014 (acima da mesa)
André Feliciano Cultivando Jardineiros e Arte, 2014
André Feliciano
Cultivando Jardineiros e Arte, 2014
Arthur Arnold Capação, 2014
Arthur Arnold
Capação, 2014

Artwork / detail

Daniel Lie Escroto, 2014
Daniel Lie
Escroto, 2014
Gustavo Torres Pedra, guitarra e amplificador, 2014
Gustavo Torres
Pedra, guitarra e amplificador, 2014
 Bruno Rios, Daniel Kairoz, João Livra, Júlia de Carvalho Hansen, Reuben da Cinha Rocha, Ricardo Reis Cavalo, 2014

Bruno Rios, Daniel Kairoz, João Livra, Júlia de Carvalho Hansen, Reuben da Cinha Rocha, Ricardo Reis
Cavalo, 2014
Amanda Mei Menir, 2014
Amanda Mei
Menir, 2014
Gustavo Torres Disco contendo som de suma própria gravação, 2014
Gustavo Torres
Disco contendo som de suma própria gravação, 2014
Bruno Rios, Daniel Kairoz, João Livra, Júlia de Carvalho Hansen, Reuben da Cinha Rocha, Ricardo Reis Cavalo, 2014
Bruno Rios, Daniel Kairoz, João Livra, Júlia de Carvalho Hansen, Reuben da Cinha Rocha, Ricardo Reis
Cavalo, 2014
Arthur Arnold Sem título, 2014
Arthur Arnold
Sem título, 2014
Amanda Mei Estudos de perspectiva  (base de dados – Menir), 2014
Amanda Mei
Estudos de perspectiva (base de dados – Menir), 2014
Gustavo Torres Red Bull Station, 2014
Gustavo Torres
Red Bull Station, 2014
Gustavo Torres Recibo, 2014
Gustavo Torres
Recibo, 2014

 

 

9ª Residência Artística: Exposição na Galeria Transitória

Passadas duas semanas da chegada dos artistas, a Galeria Transitória do Red Bull Station recebeu a primeira exposição dos seis recém integrantes da Residência Artística: Amanda Mei, André Feliciano, Arthur Arnold, Daniel Lie, Gustavo Torres e Ricardo Reis. A mostra coletiva marca o início da trajetória individual e conjunta do grupo como residentes da nona edição do projeto. Neste vídeo abaixo os artistas apresentam seus trabalhos em exibição:

 

 

A seguir, fotos da montagem e das obras:

2909 FOTO 1
Gustavo Torres, Nota, 2014, impressão mineral sobre papel de algodão.
Artwork
Gustavo Torres, Naufrago, 2014, instalação.
2909 FOTO 3
Daniel Lie, Quando meu pai doou um rim, 2014, jaca, nylon, cristal e roldanas.
Amanda Mei, Barreira (1° estágio), 2014, papelão e tinta acrílica, dimensões variáveis
Amanda Mei, Barreira (1° estágio), 2014, papelão e tinta acrílica, dimensões variáveis.
Amanda Mei, Equilíbrio 8 x 2, 2014, madeira, papelão e tinta acrílica
Amanda Mei, Equilíbrio 8 x 2, 2014, madeira, papelão e tinta acrílica.
André Feliciano, Pulo Florescentista, 2008, video 2’55”.
André Feliciano, Pulo Florescentista, 2008, video 2’55”.
Ricardo Reis, 2014, técnica mista / instalação.
Ricardo Reis, 2014, técnica mista / instalação.
Arthur Arnold, Instrumento, 2014, óleo sobre tela.
Arthur Arnold, Instrumento, 2014, óleo sobre tela.
Arthur Arnold, Aceitação, 2014, óleo sobre tela.
Arthur Arnold, Aceitação, 2014, óleo sobre tela.

2909 FOTO 10

2909 FOTO 11

Artist / Lifestyle2

2909 FOTO 13

2909 FOTO 15

 

Abertura da exposição da 8ª Residência Artística – Fotos

Sábado (21/ago/2014) abrimos as portas do Red Bull Station para o público conferir de perto a exposição da nossa 8ª Residência Artística. O resultado de onze semanas de vivência coletiva, produção e experimentação por parte dos residentes Daniel de Paula, Dudu Quintanilha, Guilherme Cunha, Mavi Veloso, Pedro Caetano e Renata de Bonis atraiu criativos, amigos e familiares para o evento. Os trabalhos ficarão expostos até dia 25 de Outubro de 2014 e as fotos da abertura podem ser vistas abaixo.

1

61

60

59

58

57

56

55

54

53

52

51

50

49

48

47

46

45

44

43

42

41

40

39

38

37

36

35

34

33

32

31

30

29

28

27

26

25

24

23

22

21

20

19

18

17

16

15

14

13

12

11

10

9

8

7

6

5

4

3

2

Oitava Residência Artística: Abertura da Galeria Transitória

post_junho_abertura_galeria

A Galeria Transitória do Red Bull Station abre suas portas na sexta (27.06.2014) e os artistas da 8ª edição da Residência Artística – Daniel de Paula, Dudu Quintanilha, Gui Cunha, Mavi Veloso, Pedro Caetano e Renata de Bonis – estarão presentes conversando e apresentando suas trajetórias.

Confirme sua presença já: http://goo.gl/VE4c83

Abertura da 7ª Residência Artística – Confira as fotos

Na última sexta feira o Red Bull Station se encheu de arte e amigos para comemorar a abertura da exposição da sétima edição de Residência Artística. Os residentes: Associação Massa Falida, Beatriz Toledo, Felipe Braga, Roberto Freitas, Tiago Judas e Tiago Santinho e artistas de outras edições, além de familiares e amigos prestigiaram o evento que contou ainda com o show da banda multi-cultural Francisco El Hombre.

 

Confira as fotos da noite!

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

48

49

50

51

52

53

54

47