Red Bull Music Pulso 2019 ocupa o Red Bull Station em abril

Rimas, versos, beats e poesias de diversos cantos do Brasil vão se misturar no centro de São Paulo durante o Red Bull Music Pulso 2019, ocupação musical que retorna ao prédio do Red Bull Station de 2 a 28 de abril. Nesta quarta edição, 25 artistas independentes irão discutir o futuro do rap e seu encontro com outros estilos. O público poderá ver o resultado dessas experimentações por meio de palestras, workshops e shows gratuitos.

Todos os artistas foram selecionados por cinco curadores:

Durante as quatro semanas de Red Bull Music Pulso 2019, os ocupantes trabalharão em conjunto, divididos em cinco coletivos, para criar novos sons. Entre os participantes, há figuras já estabelecidas na cena underground, como os lendários DJ Kri e Jhonny MC, e artistas que estão despontando no mercado, como a pernambucana Negrita MC e as cantoras Tatiana Bispo e Alt Niss, do Rimas & Melodias.

Além de impulsionar a cena independente, identificando oportunidades e desafios, o Red Bull Music Pulso 2019 conta ainda com uma programação gratuita de workshops, palestras sobre temas atuais relacionados ao mercado da música e dois shows nos quais os artistas e curadores imersos na ocupação mostrarão um pouco do que estão produzindo, experimentando e gravando.

Veja abaixo a programação completa.

Bate-papos

_

Qual é o futuro do rap?

Com mediação de Mayra Maldjian, curadora do Red Bull Music Pulso 2019, o painel discute os caminhos e tendências do rap brasileiro para o futuro com um time de mulheres que se destaca na cena nos últimos anos. Participam Karol de Souza (do Rimas & Melodias), Jessica Caitano, Apuke Beats e Monna Brutal.

Confirme sua presença: https://bit.ly/2JQ5vSd

4 de abril, às 20h / auditório (100 vagas) / classificação livre

Rap em Pauta: os Novos Meios de Cobertura

A evolução da cobertura do rap em diferentes veículos e plataformas, especialmente as digitais, é o tema desta mesa, que contará com a mediação do youtuber Ronald Rios, apresentador do documentário “Histórias do Rap Nacional”, exibido pela TV Gazeta. Mila Felix, pesquisadora no âmbito da cultura negra, curadora musical ex-produtora do programa “Manos e Minas”, da TV Cultura, e os jornalistas Paulo Marcondes e Camila Soares são os convidados.

Confirme sua presença: https://bit.ly/2TFHe0Q

11 de abril, às 20h / auditório (100 vagas) / classificação livre

Profissão DJ: A Arte de se Reinventar

Kamau, personalidade do rap paulistano, media este bate-papo sobre a importância do DJ na cultura hip-hop e como esse papel vem se transformando ao longo dos anos. Disc- jóqueis experientes o acompanham no painel: DJ Marco, DJ Donna, Mayra Maldjian (DJ do Rimas & Melodias), Erick Jay e Nyack.

Confirme sua presença: https://bit.ly/2UmmNdB

17 de abril, às 20h / auditório (100 vagas) / classificação livre

Música Não Nasce em Árvore: Fator Humano e Produção Musical nos Dias de Hoje

O produtor musical e empresário João Bôscoli aborda neste papo sua experiência e coloca em pauta a importância do fator humano – e as pessoas que fazem a diferença – na produção e na indústria musical brasileira atualmente.

Confirme sua presença: http://bit.ly/2JZUTQu

25 de abril, às 20h / auditório (100 vagas) / classificação livre

Workshops

_

Samples e Samplers: Construção de Samples e Interface de Sampler Digital

Este workshop pretende introduzir aos participantes noções básicas do som, da criação de seus próprios samples e de uma interface de sampler digital. Ao final dos quatro encontros, será realizada uma jam session coletiva.

Confirme sua presença: http://bit.ly/2HVIWJe – caso as vagas se esgotem, haverá fila de espera a ser liberada dez minutos antes da atividade, por ordem de chegada.

3, 4, 10 e 11 de abril, das 18h às 21h / Makerspace do Red Bull Basement (15 vagas) / necessário levar notebook

Lab Synth 5 Camadas

A atividade tem como objetivo a construção de um sintetizador sonoro de cinco camadas. Nos encontros, serão abordados os princípios básicos da eletrônica analógica, assim como haverá uma orientação para corte e montagem da “carcaça- case” do aparelho.

Confirme sua presença: http://bit.ly/2FXAQyn – caso as vagas se esgotem, haverá fila de espera a ser liberada dez minutos antes da atividade, por ordem de chegada.

16, 17, 23 e 25 de abril, das 19h às 22h / Makerspace do Red Bull Basement (15 vagas)

Texturize Seu Som

Nesta oficina, os participantes terão uma experiência real de textura sonora, gravando e equalizando suas produções em mídia analógica (fita k7 e rolo de fita), com o som sendo captado e gravado numa placa de som de computador ao mesmo tempo. A ideia é poder ver uma fita experimental ser gravada e digitalizada captando todas as nuances de uma conversão digital-analógica.

Confirme sua presença: http://bit.ly/2ONe7rp – caso as vagas se esgotem, haverá fila de espera a ser liberada dez minutos antes da atividade, por ordem de chegada.

27 de abril, das 14h às 17h / Makerspace do Red Bull Basement (15 vagas) / necessário levar uma produção (música) gravada em pendrive

DJ Sets

_

Esta série de ocupações traz para a Laje do Red Bull Station os DJs e eventos que marcaram o início e a ascensão da Black Music em São Paulo, mostrando parte do passado, presente e futuro das festas dedicadas ao gênero que acontecem na cidade.

Todos os sets serão posteriormente disponibilizados pela Red Bull Radio.

Chocolate especial “Os Reis dos Decks”

Na primeira ocupação do mês, representantes da velha guarda dos toca discos na cidade – DJ Zegon e DJ Hum –trazem toda a bagagem e técnica que só aqueles com muitas horas de pilotagem dos decks possuem.

Confirme sua presença: http://bit.ly/2HXr0yL

7 de abril, das 17h às 21h / Laje

Chocolate Especial: “A (R)evolução do DJ”

No segundo domingo de abril, a Chocolate narra a revolução que aconteceu desde o início do DJing até os dias de hoje em três apresentações.

A primeira performance, “DJ Selecta”, traz DJ Pogo pilotando 2 toca-discos e um mixer usando só compactos (discos de 7 polegadas).

A segunda, “Turntabilismo”, apresenta DJ Sleep e DJ EB em show feito com 4 toca-discos + 2 mixers e 2 DJs tocando por vez, utilizando técnicas de mixagem e apenas discos de vinil.

“Tecnologia”, o último set — comandado por Nedu Lopes e Cinara –, é feito com 4 toca-discos + 2 mixers + Serato + Dicer, além de toda a tecnologia permitida atualmente no Red Bull 3Style, mostrando que a inovação não veio para substituir os toca-discos, e sim, pra somar.

Confirme sua presença: http://bit.ly/2K3vFAL

14 de abril, das 17h às 21h / Laje

Batekoo Especial

No penúltimo domingo do mês, nossa Laje recebe a festa baiana Batekoo para encerrar esta série de ocupações com dança, música, suor e cultura negra, periférica e urbana, promovendo o empoderamento coletivo e a representatividade preta dentro de qualquer espaço.

Confirme sua presença: http://bit.ly/2K62LjJ

21 de abril, das 17h às 21h / Laje

Shows

_

O público poderá conferir um pouco do que os artistas que estão imersos no Red Bull Music Pulso 2019 estão produzindo. Eles farão dois shows abertos, nos quais mostrarão seu repertório atual e também músicas que estão compondo dentro do Red Bull Station.

Entrada gratuita, confirme sua presença nos links abaixo.

13 e 28 de abril, às 17h / auditório / classificação 16 anos

Estão abertas as inscrições para a OCUPAÇÃO #5

[CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE PARA A OCUPAÇÃO #5]

Entre os dias 22 de maio e 26 de junho de 2019, acontece no Red Bull Station a quinta edição da OCUPAÇÃO, programa que leva artistas e coletivos para ocuparem os ateliês do prédio a fim de inspirar, conectar e transformar a energia criativa da cidade. Pela segunda vez no ano, o espaço de compartilhamento, vivência e intercâmbio de experiências e saberes abre novamente suas portas e oferece cinco vagas para artistas, coletivos, grupos de estudos, criativos, gestores e/ou produtores culturais ocuparem o edifício.

Siga o Red Bull Station nas redes sociais Instagram | Facebook

As inscrições para a OCUPAÇÃO #5 acontecem de 20 de março a 26 de abril de 2019 e já podem ser feitas aqui. A seleção dos ocupantes será realizada de forma horizontal por parte da equipe do Red Bull Station, visando contemplar um grupo heterogêneo de participantes e projetos. Os selecionados devem ser atuantes nos campos de arte urbana, design e inovação social e seus nomes serão divulgados em 14 de maio de 2019.

[CLIQUE AQUI PARA LER A CONVOCATÓRIA COMPLETA]

As duas primeiras edições do programa OCUPAÇÃO, que aconteceram respectivamente de 01 a 28 de fevereiro e de 12 de junho a 12 de julho de 2018, receberam mais de 360 projetos. De 5 de outubro a 13 de novembro, foi realizada uma terceira edição do programa, revisitando projetos que passaram pelos dois editais. A quarta edição aconteceu entre os dias 20 de fevereiro e 20 de março e contou com mais de 200 escritos. Ao todo, 18 selecionados puderam utilizar não só o espaço individual, mas também outros espaços do prédio.

Coletivo Ouvidor 63 durante encerramento da OCUPAÇÃO #1. Crédito: Felipe Gabriel.
Coletivo Ouvidor 63 durante encerramento da OCUPAÇÃO #1. Crédito: Felipe Gabriel.

Fizeram parte da OCUPAÇÃO #1 os projetos AddWomen, CHRUA, Coletivo Ouvidor 63, Coletivo Abebé e Drag Therapy. “É muito importante poder dividir as dificuldades sobre o projeto e ter o suporte dessa equipe que tanto faz para evoluirmos ainda mais nossas ideias e ações”, conta Flavia Redivo, do Coletivo Ouvidor 63.

Coletivo Magenta, Festival A Todo Vapor, Filipe Grimaldi e Phenomenal Creative ocuparam o Red Bull Station na segunda edição da OCUPAÇÃO. “O programa ajudou na divulgação do meu projeto, além de oferecer espaço para eu apresentar meu trabalho”, diz Filipe Grimaldi. Para o músico e produtor Rafael Lopes, do Festival A Todo Vapor, o Red Bull Station foi fundamental como espaço físico de convergências. “Durante o mês da ocupação, foi ali que o festival encontrou seu QG.”

Filipe Grimaldi em seu ateliê. Crédito: Felipe Gabriel.
Filipe Grimaldi em seu ateliê. Crédito: Felipe Gabriel.

Os participantes da OCUPAÇÃO #3 foram Aprendendo a Errar, Coralina, Julie Dias e Maternativa. “Rolou muita apreensão sobre sermos realmente capazes de atingir as expectativas sobre o que nos proporiam e eu fico muito feliz em perceber o quanto evoluímos durante esse período”, explica Ana Luiza Meigger, criadora do projeto ao lado da sócia Júlia Vianna. “Sem esse apoio talvez não tivéssemos enxergado o potencial do nosso trabalho e quão capazes somos.”

A OCUPAÇÃO #4 contou com a participação do Afrolab, Coletivo Lab 63, Mag Magrela e Luísa Estanislau, Produção Preta e Nazuri. “Ter um espaço que nos deu a oportunidade e a liberdade de colocar em prática tudo que planejamos, desde oficinas à rodas de conversa, foi extremamente importante para nós”, afirma Anderson Pereira Alves, da Produção Preta. “A participação na OCUPAÇÃO permitiu um aprofundamento na pesquisa de campo e nos deu foco de uma forma única, num tempo curto e em um espaço energeticamente intenso”, completa Mag Magrela.

[CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE PARA A OCUPAÇÃO #5]